Projeto

"Kozák e os Povos Indígenas do Brasil"

 

kozak filmando_poste_bxr.jpg

O projeto "Kozák e os Povos Indígenas do Brasil"  tem por objetivo divulgar e difundir a vida e a obra de Vladimir Kozák, procurando estimular a reflexão e o debate sobre a cultura e o direito dos povos indígenas no Brasil, estimulando o respeito aos seus territórios e a preservação do meio ambiente e da natureza.

 

Sob a coordenação do Produtor Cultural, Poeta e Radialista, Marcelo Miguel, os trabalhos tiveram início ainda no ano de 2008, através de um amplo estudo e pesquisa do acervo de Vladimir kozák que encontra-se sob a guarda do Museu Paranaense em Curitiba/PR. Em paralelo ao trabalho de pesquisa, nos ultimos anos foram realizadas viagens e trabalhos de campo em diversas aldeias indígenas e cidades onde Vladimir Kozák desenvolveu seus trabalhos ao longo de sua vida.

 

Além da produção deste site, este projeto apresenta como produtos resultantes deste trabalho a produção de filmes, vídeos e livros que apresentam a vida e a obra de Vladimir Kozák e os Povos Indígenas do Brasil.

 

100 anos no Brasil

O dia 04 de maio de 2024 marcará o centenário da chegada de Vladimir Kozák ao Brasil.

 

Ao longo de sua vida, Kozák desenvolveu um relevante trabalho de pesquisa e documentação de diversos povos indígenas em território brasileiro. São registros realizados em diferentes suportes, que revelam grande conhecimento técnico e habilidade artística.

 

Seu trabalho envolve a produção de filmes em 16 mm, fotografias coloridas, fotos em preto e branco, desenhos e pinturas em pastel, aquarelas e também utilizando a técnica de óleo sobre tela.

Kozák também documentou no Brasil importantes momentos das culturas populares paranaense e brasileira, além de retratar a flora e a fauna local.

 

Destacam-se entre seus trabalhos as pinturas da paisagem da Serra do Mar do Paraná e Espírito Santo, o cotidiano de Salvador e as ilustrações botânicas de orquídeas e bromélias destes biomas. Estas obras de arte, juntamente com os estudos preliminares realizados, constituem material de pesquisa para diferentes áreas do conhecimento, tais como: artes plásticas, botânica e ecologia.

 

painel.jpg

O painel acima foi pintado pelo famoso artista plástico Tcheco Zdeněk Burian, apresentando Vladimir Kozák e sua irmã Karla Kozáková em uma de suas inúmeras viagens e aventuras a região do Alto Xingu no Brasil. Este quadro está hoje exposto no saguão de entrada da Prefeitura de Bystřice pod Hostýnem, cidade natal de Vladimir Kozák, localizada na região de Zlin, sul da Morávia, território  pertencente atualmente a República Tcheca.

Kozák e os

Povos Indígenas do Brasil

 

 

Durante sua vida Vladimir Kozák filmou e registrou 19 diferentes povos indígenas.

 

 

FORAM VISITADOS E REGISTRADOS POR VLADIMIR KOZÁK:

 

No Paraná : Os povos Kaingang e Xetá

Em Santa Catarina : Xokleng

No Mato Grosso do Sul : Guarani (Kaiowá)

No Mato Grosso : Bororo Oriental, Kamaiurá, Kalapalo, Kuikuro, Mehinako, Trumai, Xavante, Waujá, Yawalapiti

No Tocantins : Karajá, Xerente e Tapirapé

No Pará :  Gavião (Gavião Parkatêgê), Kayapó (Kayapó Kuben-Kran-Krên)

No Maranhão : Ka’apor

 

Além dos povos originários, Kozák também filmou e fotografou, entre 1930 e 1950, diversas manifestações das culturas populares e o chamado patrimônio cultural natural, como o Carnaval do Rio de Janeiro, a Lavagem da Escadaria de Nosso Senhor do Bonfim em Salvador, a Congada da Lapa/PR, o Carnaval de Paranaguá/PR, as Cavalhadas em Guarapuava/PR, as Cataratas de Foz do Iguaçu, o Pantanal Matogressense, as corredeiras de Sete Quedas em Guaíra/PR, as formações rochosas de Vila Velha em Ponta Grossa/PR, a Serra do Mar do Paraná, Morretes/PR e seus engenhos, a colônia dos chamados Russos Brancos no interior do Paraná, as comunidades Italianas de Santa  Felicidade e Colombo, o corte e o transporte de madeira usando a alça-prema no oeste do Paraná, a cerâmica artesanal da Senhorinha Romão da Costa de Guaraqueçaba/PR, o cotidiano dos pescadores do litoral do Paraná, entre muitos outros registros e imagens produzidas por ele.

 

Alguns dos filmes e imagens produzidas por Vladimir Kozák, são as primeiras imagens existentes ou pelo menos as primeiras imagens coloridas em muitos destes registros e locais.

 

1967.jpg

No Museu Paranaense em Curitiba, encontramos mais de 40 mil itens no acervo de Vladimir Kozák, contando filmes, fotos, negativos, telas, desenhos e outros documentos.

 

 

As Imagens acima e abaixo pertencem ao

acervo do Museu Paranaense / SEEC -

Governo do Estado do Paraná

 

ABERTURA05.jpg

Este site será atualizado semanalmente todas as quartas-feiras, apresentando informações e notícias sobre a vida e a obra de Vladimir Kozák, as ações e atividades do projeto "Kozák e os Povos Indígenas do Brasil", além de trazer também textos e informações sobre as questões relacionadas aos povos originários do Brasil.